URBAN ASPECTS / Quarantine – 17 Iara Abreu

Aos profissionais da higiene urbana, o nosso agradecimento, por se ocuparem da limpeza da cidade, mais importante e necessária do que nunca, neste momento de Pandemia. Presto esta homenagem a toda a equipa de limpeza urbana pela sua generosidade, empenho e desempenho neste árduo serviço. As pessoas que coletam lixo urbano, não sólido, não param de trabalhar neste momento para o conforto de todos nós, inclusive do motorista. Eles são guerreiros. Na minha cidade, Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, o procedimento é o seguinte: o caminhão passa, as pessoas descem da carroceria do caminhão, vão rapidamente recolhendo todo o lixo ensacado no caminho, correm atrás do caminhão isso não para, e jogue esses sacos de lixo no tanque móvel. Eles são verdadeiros atletas. É um serviço ingrato que além dessa dedicação e de se expor a riscos e contaminações, muitas vezes pela falta de alternativas em outra profissão, ainda são desrespeitados e invisíveis para a sociedade. Também não podemos agradecer aos profissionais de padarias, farmácias e outros, que se transferem para uma população que não esgota os serviços prioritários, amenizando assim a situação do momento.

17 – COLETORES DE RESÍDUO URBANO NÃO SÓLIDOS   

Aos profissionais da higiene urbana, os nossos agradecimentos, pois cuidam da limpeza da cidade, mais importante e necessária do que nunca, nesse momento de Pandemia.

Faço essa homenagem a toda equipe da limpeza urbana pela generosidade, empenho e desempenho nesse serviço árduo. O pessoal que recolhe os resíduos urbanos, não sólidos, não para de trabalhar neste momento para o conforto de todos nós, incluindo o motorista. São uns guerreiros. Na minha cidade, Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, Brasil, o procedimento é o seguinte: o caminhão passa, o pessoal desce da traseira do caminhão, vai agilmente recolhendo o lixo completo ensacado pelo caminho, corre atrás do caminhão que não para, e arremessa esses sacos de lixo dentro do reservatório móvel. São uns verdadeiros atletas.É um serviço ingrato que além dessa dedicação e de se exporem a riscos e contaminações, muitas vezes por falta de alternativa em outra profissão, ainda são desrespeitados, e invisíveis aos olhos da sociedade.

Também não podemos deixar agradecer os profissionais de padarias, de farmácias e outros, que se transfira para uma população não ficasse sem atendimentos prioritários, amenizando assim a situação do momento.  https://iluarti.blogspot.com https://iaraabreu.blogspot.com/ https://www.instagram.com/iaraabreu2016/?hl=pt-br https://www.youtube.com/watch?v = Gmyi0SHONFE

 

2 thoughts on “URBAN ASPECTS / Quarantine – 17 Iara Abreu

  1. Very interesting, especially because we can not see their faces, making them unknown… a critical perception because most of us do not see them as humans that are working and working for all the other people in the city.

What do you think about this?